Reconexão Feminina: um chamado (inusitado) para a nossa essência

195

Vivemos em tempos de despertar para nossos talentos, autoconhecimento, espiritualidade. Tempos de olharmos acima dos padrões do que é sucesso, belo ou importante para sermos felizes. E à medida que isso cresce e ganha nossa atenção, tudo o que antes parecia fazer sentido, perde não só seu sentido como seu motivo para perpetuar.

E nessa virada de consciência e prioridades, o número de mulheres que busca entender esse tal “Sagrado Feminino”, e todas as potencialidades que temos em nós, cresce e vem transformando muitas vidas.

Eu, particularmente, chamo esse fenômeno de “reconexão feminina”, já que por minha própria história e por acompanhar a histórias de tantas mulheres, percebo que trata-se de um movimento em busca de entrarmos em sintonia com algo que nos habita, mas que está ali, quieto, nulo, adormecido.

E quando buscamos essa conexão, tudo muda! E muda no corpo, na intuição, nas emoções, energia e na alma! Quem viveu esse processo sabe bem do que falo. Quem ainda não viveu, mas está nesta busca, já sente que isso existe e é verdadeiro – mesmo que não saiba explicar como.

É uma espécie de chamado. Ele pode vir como um “click”. Do dia para a noite algo lhe cai na consciência tornando-se o motivo para buscar mais entendimento sobre ser mulher, o feminino.

Algumas de nós precisa de um empurrãozinho que pode acontecer através da busca pelo amor-próprio e autoestima e auto estima leva a esse autoconhecimento.

A dor nos convida a olhar para o amor. A doença para a cura. A morte para a vida. Os chamados para nos olharmos e vivermos em comunhão com a beleza de existirmos, podem chegar de maneiras muito inusitadas. Aceitar o que quer que chegue e que não possa ser mudado, deixa tudo leve, simplifica.

Quando ouvimos esse chamado e o aceitamos, as pessoas, ferramentas e caminhos certos, chegam até nós. Confie. Aceite e viva sua reconexão no seu tempo.

Fotos de um ensaio com a Modelo Tatiana, ela que é a mulher maravilha em um projeto social para crianças com câncer.

por: Sandra Rosa

Reconexão Feminina: um chamado (inusitado) para a nossa essência

Facebook
WhatsApp
LinkedIn
Twitter
Copiar URL