Ritual de Solstício de Inverno: momento de renascer

94

Rito de Yule desperta coragem para superar obstáculos e pode promover limpeza de energias

No calendário celta existem oito rituais sagrados de luz que ocorrem durante o ano, um deles é o Solstício de Inverno, que, em 2022, começa nesta terça-feira, dia 21 de junho, exatamente às 06h13 (quando o Sol entra em Câncer). O Ritual de Solstício de Inverno é conhecido como Rito de Yule e desperta coragem para superar obstáculos.


O Solstício de Inverno, celebrado entre 20 e 25 de junho no hemisfério sul e entre 20 e 25 de dezembro no hemisfério norte, é o momento em que a luz do sol incide com menor força no hemisfério em questão, marcando o pico do inverno.


A palavra solstício é de origem latina (solstitium) e significa "ponto onde a trajetória do sol aparenta não se deslocar". Essa denominação está associada à ideia de que o Sol devia estar estacionário, pois os solstícios são pontos da eclíptica em que o Sol atinge as posições máxima (solstício de verão) e mínima (solstício de inverno) de afastamento em relação ao equador.


O solstício de inverno e de verão acontece devido aos fenômenos de rotação e translação da Terra, em que a luz solar é distribuída de forma desigual entre os dois hemisférios.


Também conhecido como Ritual de Inverno, Alban Arthan e Rito de Yule, o Solstício de Inverno marca o dia mais curto do ano e, consequentemente, a noite mais longa.

Na mitologia celta é o momento em que a Deusa grávida dá à luz a seu novo filho, marcando o renascimento simbólico do Deus Solar. Por isso, a celebração do Solstício de Inverno reafirma a continuação dos ciclos da vida e também está ligado à roda da vida.


Fortalecimento para lidar com as dificuldades


Participar do Rito de Yule de forma integrada promove limpeza de energias densas e estagnadas, trazendo grande beneficio para o sistema energético e fortalecimento para lidar com as dificuldades.

Solstício de Inverno e a continuação da vida

Originalmente, Yule era o nome de um tronco de árvore, uma espécie de pinheiro. Nessa época, os troncos de Yule eram trazidos para dentro das casas, para entalhar a figura do sol e outros símbolos mágicos ou figuras masculinas representando o Deus.

As energias de Yule podem ser direcionadas para criar uma realidade mais benéfica e saudável para si mesmo. É um momento de reafirmar a continuação dos ciclos da vida e integrar a coragem para enfrentar os obstáculos. É como uma abertura de portas para um grande despertar espiritual e de iluminação para a evolução individual e coletiva.



Ritual de Solstício de Inverno: momento de renascer

Facebook
WhatsApp
LinkedIn
Twitter
Copiar URL

Tags

Inverno

Quem viu também curtiu

Sonhos interrompidos: Hoje ela saiu assim, de violão na mão em busca dos seus sonhos...

Bate Papo com Gabriel Ortaça, Orgulho do RS por manter acesa a memória a identidade e cultura do povo Missioneiro

Viver fora de seu país é um ato de coragem; Conheça um exemplo em determinação a serrana Francieli Garcia